Uma delegação da Direcção Nacional de Economia Marítima deverá deslocar-se a Santo Antão na próxima semana para avaliar em que localidades haverá a necessidade da construção de infra-estruturas de apoio à pesca na ilha.

A vinda dessa delegação foi anunciada pelo ministro da Economia e Emprego, José Gonçalves, durante a sua recente visita à ilha de Santo Antão, e terá por missão, entre outras, avaliar as condições para a construção de um cais de pesca na zona norte da ilha de Santo Antão.

Segundo o governante, “é indispensável ter condições de infra-estruturas para responder às necessidades dos operadores económicos”, neste caso, do sector das pescas, mas explicou que esses tipos de construções não constam do Orçamento do Estado de 2017 porque “não temos grande margem de manobra devido ao grande endividamento do país”.

“Vamos levar isso como uma preocupação, para melhorar as infra-estruturas de apoio à pesca” disse José Gonçalves lembrando que “o OE 2017 dá incentivos para embarcações de boca aberta, até cinco mil toneladas, isentando-as do pagamento de impostos”.

A construção de um cais de pesca nesta zona da ilha de Santo Antão é uma reivindicação antiga dos pescadores e assumida, como desafio, pelos autarcas da Ribeira Grande, mas intervenientes no encontro do ministro José Gonçalves com os operadores económicos da Ribeira Grande e do Paul, esta segunda-feira, entendem que se deve pensar “em substituir os actuais arrastadores por pequenos portos de pesca”.

Orlando Jesus Delgado, o proponente deste modelo, defende que os arrastadores acabam por ser muito caros tendo em conta que requerem obras de manutenção frequentes o que acaba por onerar essa opção.

“Temos uma experiência um bocadinho negativa com os arrastadores em Santo Antão porque a maior parte deles são construídos uma, duas e três vezes” disse Orlando Jesus Delgado explicando que “ficam sempre com os mesmos problemas” daí que defenda, como solução, a construção de “pequenos portos de pesca” que contribuam para a resolução definitiva do problema do acesso ao mar.

Fonte: Inforpress

Comentar

MeuPaul e sua equipa editorial não se responsabilizam pelos conteúdos dos comentários aqui publicados. Os comentários nunca serão editados pela equipa MeuPaul. Comentários considerados ofensivos, racistas e xenófobos serão eliminados após averiguado ou após denúncia de utilizadores. Em caso de conflito em instâncias judiciais devido a comentários aqui publicados MeuPaul fornecerá todos os dados que tiver a disposição.

Código de segurança
Atualizar

20 julho 2017

CM RIBEIRA GRANDE APRESENTA PLANO OPERACIONAL DE EMERGÊNCIA

A Câmara Municipal da Ribeira Grande apresentou o Plano Operacional de Emergência da Protecção Civil para a época das chuvas que se aproxima, contemplando sobretudo as zonas de risco para prevenir eventuais cenários de calamidade pública. Ler Mais...
19 julho 2017

DORMEM AO RELENTO POR UMA SENHA NA EMBAIXADA CV EM PARIS

Os Caboverdianos radicados em França estão revoltados com as "condições desumanas" a que estão sujeitos para conseguirem um atendimento na Embaixada de Cabo Verde em Paris. É que têm de passar a noite ao relento se quiserem tratar de algum documento, isto porque, segundo dizem, são disponibilizadas… Ler Mais...

MpD REFUTA A IDEIA DE RETROCESSO EM SANTO ANTÃO

Os deputados do MpD pelo círculo eleitoral de Santo Antão refutam a ideia transposta pelo PAICV de que a ilha esteja num retrocesso. Ler Mais...

MISS MUNDO SEM BIQUÍNI E PELA DIGNIDADE

As candidatas ao Miss Mundo já não têm de desfilar em biquíni para que as suas belezas sejam avaliadas. É uma vitória saudada por vários movimentos… Ler Mais...

Entrevista Ulisses Correia e Silva no Paul

Ouça na íntegra a entrevista do Primeiro Ministro no Paul. Ler Mais...

Paul é um município com um índice de pobreza muito elevado

O chefe do Executivo falava à imprensa no final de uma visita de trabalho àquele município. Ler Mais...
Gorila dancing dnça dançando

Gorila que faz breakdancing - Video Viral

Em Santo Antão temos este dito que diz: "Macaco n d' fala p' bon pol na traboi". Este vídeo confirma isso. Ler Mais...

Mais de um terço dos imigrantes sente-se discriminado em Cabo Verde

Mais de um terço dos imigrantes sente-se discriminado em Cabo Verde, onde a população estrangeira mais do que triplicou numa década. Ler Mais...

RCM online